Oscar 2010 – Avatar amarelou

Até que ponto é bom abdicar de uma tradição para trazer outra, bem mais antiga e com menos apelo? A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas não ligou para esse questionamento e foi buscar uma regrinha utilizada durante vários anos décadas atrás: dez lançamentos concorreram ao prêmio máximo de “Melhor Filme”. Significa, entre outras coisas, que veremos dez caixinhas de DVD com uma mensagem chamativa de “Indicado ao Oscar de Melhor Filme”.

Outro ponto que incomodava era a audiência, que oscilava durante alguns momentos e não era feita de todos os públicos. Soluções? Adeus aos prêmios honorários (exceto a belíssima e justa homenagem a John Hughes), números musicais (só houve a inicial e no prêmio de Melhor Trilha Sonora Original) e performances das músicas indicadas (essa aí eu achei uma bela sacanagem) e olá para apresentadores-ídolos teen como Miley Cyrus e Taylor Lautner (e não se preocupe se os nomes lhe são estranhos). Uma cerimônia sem rodeios e bastante fria, dando única importância à entrega das estatuetas. Por um lado, ser direto é bom – mas fica aquela sensação de que faltou alguma coisa pra divertir mais, fora as (boas) piadas de Alec Baldwin e Steve Martin. Sem desmerecer Ben Stiller, que deixou o prêmio de Melhor Maquiagem (Star Trek) mais divertido do que em qualquer outro ano¹.

Enfim, chega de mostrar os artistas no red cartpet com suas roupas incríveis – ou não² – e vamos aos prêmios principais: nada melhor para a Academia do que buscar o retorno da audiência no ano em que o fenômeno Avatar (que, olha só, perdeu prêmios técnicos de som, além dos principais!) está entre os concorrentes, após um ano que foi considerado meio fraco.

Os marines que desarmam bombas no Iraque fazem parte de uma história menos criativa que a dos judeus matadores de nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, mas “Guerra ao Terror” levou Roteiro Original, impulsionado provavelmente pelo patriotismo imenso nos EUA com relação ao seu exército ³. Em Roteiro Adaptado, os aliens da terra de Mandela de “Distrito 9” até mereciam o prêmio, mas “Preciosa” não foi uma escolha injusta – e é mais conservadora do que premiar uma ficção científica, claro.

Nos papéis coadjuvantes, prêmios corretamente entregues para Christopher Waltz, impecável em “Bastardos Inglórios”, assim como Mo’Nique em “Preciosa”. Ambos vilões detestáveis, cada um em seu estilo de atuação em filmes completamente diferentes.

A fórmula de fazer uma biografia funcionou novamente este ano: Jeff “The Dude” Bridges levou em Melhor Ator contra um hall de grandes candidatos, como o sempre presente Clooney e Morgan Freeman no papel mais óbvio possível de sua carreira: Nelson Mandela.

Já Sandra Bullock conseguiu uma façanha: um dia após o Framboesa de Ouro de Pior Atriz, leva o Oscar de Melhor Atriz por “Um Sonho Possível”. Merecido, de qualquer modo.

James Cameron começa então a ver seus bens sendo repartidos com a ex. Primeiro, Kathryn Bigelow levou o (mais previsível, por quebrar um tabu) de Melhor Direção. Depois, numa declaração crua, sem citar os demais e sem o menor glamour do prêmio principal, Tom Hanks declarou “Guerra ao Terror” o vencedor do principal Careca Dourado, o de Melhor Filme. Método bombástico e esquisito, muito provavelmente devido ao tempo da premiação ter estourado.

Placar final:

Guerra ao Terror – 6

Avatar – 3

Up, Preciosa, Coração Louco – 2

———

¹ Ben Stiller de Na’Vi: http://www.youtube.com/watch?v=SqlPjhPn_qk
² Não sou fã do red carpet, mas isso aqui merece uma menção: http://www.euamocinema.com.br/?p=1525
³ Engraçado como é a relação dos adolescentes com o exército.
  Nos EUA, correm para o alistamento, orgulhosos. Aqui, vão para o quartel rezando por uma dispensa.
  Grande diferencial que faz, por exemplo, com que o efeito de “Guerra ao Terror” lá fora seja mais
  forte e de alto apelo sentimental.

Tags: ,

3 Respostas to “Oscar 2010 – Avatar amarelou”

  1. Felipe Martins Greiner Says:

    Caramba! Está ainda melhor o segundo post do Terrivialidades! Gostei bastante das citações feitas, uma vez que torna o texto mais dinâmico e não tão cansativo. Na real, achei que Avatar seria o grande campeão da noite, porém, o estereótipo criado sobre o filme nos últimos tempos foi quebrado. E, para não esquecer, gostei da citação 3. É uma realidade muito diferente, apesar de sermos todos “povos da América” e, é claro, fui um bom exemplo disso aqui no Brasil!

  2. Maske Says:

    UP mereceu os 2 Oscars. Será q eu tava delirando muito em esperar que ele ganhasse o Melhor Filme?

  3. Allison Says:

    Up realmente mereceu! Agora, como melhor filme a academia com certeza não iria escolher. Avatar era a grande aposta, agora, aposta boa mesmo foi a das distribuidoras no Brasil que decidiram trazer Guerra ao terror direto em dvd…

    Mandou bem no post Nilton

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: