Quem quer ser um…testador de jogos?

Jogar grandes lançamentos antes de qualquer um. Analisar detalhadamente roteiro, jogabilidade, programação ou gráficos de um título. Estudar e aprender sobre os vários aspectos que envolvem a criação de um video game. E ainda ganhar dinheiro para fazer isso.

Um testador de jogos envolve tais conhecimentos técnicos, mas ele não pode deixar de lado a paixão pela área ou características pessoais manifestadas no profissional, como garra e trabalho em equipe. Pensando nessas qualidades que dificilmente surgem em uma entrevista de emprego, a Sony resolveu achar novos empregados a partir de um…reality show. É o “The Tester”, que está em sua terceira temporada.

Antes de começar, vale ressaltar: não sou um grande fã de reality shows. Acho extremamente tedioso acompanhar a vida de pessoas desconhecidas e desinteressantes (ou com uma característica comercial bizarra, como ser o Ozzy Osbourne). Mas um programa desse tipo me conquistou, por envolver uma dinâmica diferenciada de funcionamento e, principalmente, um assunto que atrai.

O programa com episódios semanais de pouco mais de 20 minutos começou como uma exclusividade da PlayStation Network, quando a Sony ainda tentava transformar a rede em uma plataforma multimídia. Agora, os vídeos são disponibilizados livremente no YouTube, mas há um charme especial em assistir ao show pelo console.

O Big Brother dos video games tem bem menos glamour.

Cada semana o grupo é dividido em dois times e passa por uma gincana. O time perdedor encara um “paredão” e um gamer é eliminado. As provas são todas relacionadas a video games, porém quase nunca exigem conhecimento sobre o tema. Não sei como funciona o processo de seleção dos participantes, mas não precisa ser um gênio na área para vencer as tarefas malucas que são propostas. Basta senso de direção, coordenação motora e, vai lá, um pouco de sorte. Nem a banca de jurados tem critério, já que frequentemente passam por cima das regras e eliminam alguém que não foi tão mal na rodada, mas era um peso morto na competição.

Atirar frutas em alvos: tudo o que um bom profissional de jogos precisa saber fazer.

No final, além de uma gincana individual, os finalistas precisam passar por uma demo de um lançamento aguardado da Sony. Nas edições passadas, Uncharted 2: Among Thieves e Killzone 3 deram as caras. Qual será o escolhido da vez? Além disso, o show conta com algumas personalidades que atuam como jurados, como David Jaffe (criador de Twisted Metal e God of War), Nolan North (dublador de Nathan Drake e Desmond Miles) e outros ídolos virtuais.

Mas engraçado mesmo ver o perfil dos competidores. Alguns são o estereótipo de quem tem 30 anos, joga games o dia inteiro, tem um emprego medíocre e mora com os pais, sem nenhuma perspectiva de vida. Outros têm rosto de modelo, não ostentam a personalidade anti-social característica dos viciados e, mesmo assim, se encantam ao entrar no galpão do programa, que conta com vários consoles alinhados para o lazer dos participantes.

Um desses aí vai decidir se o próximo God of War está épico o bastante para você.

Outra característica do show é dar um grande destaque aos games e às provas, fazendo com que a edição retalhe grande parte dos relacionamentos pessoais entre os competidores. Em vários casos, como na segunda temporada, quando um dos participantes foi explicitamente pintado como vilão e outro como alívio cômico, eles acabam até rasos demais, o que tira um pouco a sensação de veracidade do programa. Ao menos todo episódio de 2012 conta com “Michael”, o comercial mais sensacional de todos os tempos da empresa.

O premiado normalmente ganha o tal emprego de testador, mas dificilmente fica nele por muito tempo. Afinal, o trabalho deve ser exaustivo e minuncioso, algo que cansa fácil. Os vencedores dos anos anteriores continuam na Sony, mas agora em áreas como relações públicas e marketing. Já o campeão da terceira edição automaticamente será treinado para integrar a produção do Santa Monica Studio, um dos grandes centros de criação da empresa.  Ah, o que as pessoas não fazem pelo emprego dos sonhos…

Tags: , , , , , , ,

2 Respostas to “Quem quer ser um…testador de jogos?”

  1. Olívia Baldissera Says:

    Ai, e a prova do líder? Cadê? :B

  2. joao almeida Says:

    eu

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: